Festival Internacional de Jazz de Angra do Heroísmo

 O 19° ANGRAJAZZ – Festival International de Jazz de Angra do Heroísmo acontece na Ilha Terceira, Açores, entre 04 e 07 de Outubro de 2017. A Terceira, com uma população de 55 000 habitantes, é uma lindíssima ilha cuja principal cidade – Angra do Heroísmo – é classificada Património Mundial pela UNESCO.

O Festival Angrajazz é organizado por uma associação cultural sem fins lucrativos, e tem o apoio da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, do Governo dos Açores através das Direcções Regionais da Cultura e do Turismo, do Turismo de Portugal, e de vários patrocinadores privados.  Ao longo dos últimos dezoito anos têm passado pelo Angrajazz um sem número dos mais importantes músicos de jazz da actualidade – favor clicar em Galeria.

Este ano tem lugar a 19ª edição do Angrajazz.  É um festival de referência em Portugal, um dos principais eventos culturais dos Açores, e um importantíssimo meio de promover a Cidade de Angra do Heroísmo, a Ilha Terceira e a Região Autónoma dos Açores.

O Festival Angrajazz realiza-se no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, que é preparado como um grande clube de jazz – 550 pessoas.  O 19º Angrajazz terá quatro noites – concertos duplos em três delas e um concerto único na noite de quinta-feira. Subirão ao palco músicos dos Açores, Portugal Continental, França, Suíça, Cuba, Argentina e Estados Unidos da América.

O programa começa Quarta-feira dia 04, com a Orquestra Angrajazz, que tocará um programa comemorativo dos “Cinco Centenários do Jazz em 2017”.  A este concerto seguir-se-á o duo do pianista Francês Baptiste Trotignon como o percussionista Argentino Minimo Garay.

Na segunda noite, Quinta-feira dia 05, haverá um concerto único, dedicado à celebração do Centenário de Thelonious Monk.  O veterano trompetista americano Charles Tolliver, liderando o seu Decateto com o grande pianista Stanley Cowell, terá essa responsabilidade.  O Decateto reconstituirá o histórico concerto de Thelonious Monk no Town Hall em 1959, tocando a transcrição de Tolliver das partituras perdidas das orquestrações de Hal Overton para a música de Thelonious, exactamente como foi tocada e gravada no concerto original de 1959.

A terceira noite, Sexta-feira 06, abrirá com o octeto Português – Ensemble Super Moderne.  Este ensemble reúne alguns dos mais interessantes valores da nova geração do jazz nacional.

Ao octeto, seguir-se-á um dos mais importantes quartetos de jazz contemporâneos – Matt Wilson Quartet – cujo líder é universalmente reconhecido pelo seu estilo musical e melódico, e pelo seu talento como compositor, líder de banda, produtor e professor.

Na quarta noite, Sábado 07, subirá ao palco a vocalista/violinista Yilian Cañizares – revelação do ano pelo semanário Francês Le Novel Observateur – liderando o seu quinteto Suíço/Cubano.  Seguir-se-á o excelente quarteto de Jon Irabagon, vencedor dos prémios nas categorias de Rising Star Alto Saxophone e Rising Star Tenor Saxophone do colégio de críticos da revista DownBeat.  Esta será certamente uma grande noite de fecho para o 19ª Angrajazz.

No átrio principal do Centro Cultural, haverá como habitualmente uma feira do disco com a presença de duas das mais importantes distribuidoras nacionais, a banca de venda dos produtos Angrajazz, e uma exposição da responsabilidade da Biblioteca Pública Luis da Silva Ribeiro subordinada ao tema – “ Os Cinco Centenários do Jazz em 2017”.

Para além dos sete principais concertos no Centro Cultural e de Congressos, haverá nove outros concertos entre os dias 29 de Setembro e 07 de Outubro.  Estes concertos, a que chamámos JAZZ NA RUA, acontecerão em diversos locais na cidade, e apresentarão dois grupos locais – Wave Jazz Ensemble e Sara Miguel Quarteto – e o duo dos guitarristas portugueses Bruno e André Santos (Mano a Mano).  Haverá ainda duas acções de divulgação/sensibilização dedicadas a estudantes, que decorrerão na Biblioteca Pública Luis da Silva Ribeiro e na Escola EBS Tomás de Borba.

O início de Outubro é certamente uma altura perfeita para visitar a Ilha Terceira, usufruir do melhor jazz e (re)descobrir uma ilha única e maravilhosa.

Esperamos por vós.